HomeAgricultura

Servidora municipal é presa sob suspeita de extorquir produtores

Servidora municipal é presa sob suspeita de extorquir produtoresEscrivã foi presa em Paranatinga nesta quarta-feira. Foto: Lucas Diego/ Seaf

MT aplicou R$ 1,2 bilhão em multa por crimes ambientais em 2022
Omissão do governo tirou R$ 117 mi de multas por crimes ambientas dos cofres do MT
Caminhões usados em atos antidemocráticos no MT são envolvidos em crimes ambientais

Uma servidora pública, que trabalhava como escrivã em uma delegacia, após ser cedida pela Prefeitura de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, foi presa na quarta-feira, 27/9, acusada de extorquir produtores rurais. A suspeita envolve a anulação de supostos inquéritos relacionados a crimes ambientais, muitos dos quais nem mesmo existiam, de acordo com o G1. 

Eric Martins, delegado responsável pela investigação, contou que foi um caso isolado e que a suspeita chamava os produtores até a delegacia para pedir dinheiro e, em troca, ela não dava continuidade nos processos policiais.

“Qualquer tipo de denúncia contra a servidora podem me procurar ou ir até a delegacia”, afirmou.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça.  A Polícia Civil investiga o caso. O site entrou em contato com a defesa da servidora, mas não obteve retorno.