HomeEconomia

Caravana Embrapa FertBrasil começa a percorrer o País no dia 10

Caravana Embrapa FertBrasil começa a percorrer o País no dia 10mato Grosso ficou fora da primeira etapa da caravana. Carlos Dias/Embrapa

Petrobras anuncia investimentos de US$ 68 bilhões nos próximos 5 anos
Preservação ambiental influencia voto de eleitores em Estados da Amazônia Legal
A partir de agosto, é preciso declarar imposto sobre propriedade rural

Pesquisadores e analistas da Embrapa começarão no dia 10 de maio a percorrer 48 polos produtivos agropecuários, levando informações e conhecimento a técnicos, cooperativas, associações, sindicatos, consultores e produtores rurais sobre como promover o aumento da eficiência de uso dos fertilizantes e insumos no campo, diminuir custos de produção e estimular a adoção de novas tecnologias e de boas práticas de manejo de solo, água e plantas. É a Caravana Embrapa FertBrasil, que terá como ponto de partida a cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, e passará depois, no dia 12, por Chapadão do Sul, e no final do mês por algumas cidades paulistas.

Nesta primeira etapa, que vai até agosto, a caravana não passará por Mato Grosso. As datas das próximas caravanas ainda não estão definidas pela Embrapa, mas seguirão as épocas de plantio de cada polo até o final do ano e a logística de deslocamento dos pesquisadores que farão as palestras.

Como será?

Galerani detalha que as palestras de cada caravana serão divididas em cinco módulos, adaptados às diversas condições dos biomas brasileiros, que deverão nivelar e customizar as informações para cada uma das regiões produtoras do país.

Para que serve?

“Esperamos, com essa ação, sensibilizar lideranças ligadas às cadeias produtivas da agropecuária, além de técnicos, consultores e multiplicadores, para que o Brasil possa superar a crise dos fertilizantes por meio de capacitação e troca de conhecimentos sistematizados entre os institutos de pesquisa e o setor produtivo, estabelecendo um diálogo da pesquisa com o agronegócio no Brasil, propondo soluções tecnológicas para cada um desses 48 polos agrícolas”, explicou Celso Moretti, presidente da Embrapa.

Segundo ele, a Caravana vai abordar questões práticas e de impacto imediato, que ao serem adotadas poderão, junto com outras iniciativas do Plano Nacional de Fertilizantes, promover uma economia de até 20% no uso deste tipo de insumo agropecuário no Brasil, já na safra 2022/23, podendo resultar em até US$ 1 bilhão de dólares de economia para o produtor rural brasileiro.

Alinhamento e debate

Ao final das apresentações da Caravana em cada polo produtivo, será realizado um alinhamento das necessidades de conhecimento tecnológico, seguido de um amplo debate sobre os principais problemas encontrados em cada região. Em algumas regiões será demonstrada ainda, a eficiência de algumas das tecnologias desenvolvidas pela Embrapa por meio de Unidades Demonstrativas de Referência Tecnológica.

As atividades presenciais serão voltadas para técnicos de extensão rural, técnicos de cooperativas, sindicatos e associações rurais, e produtores líderes, pretendendo atingir cerca de 10 mil profissionais, tornando-os multiplicadores das técnicas e orientações repassadas pela equipe de pesquisadores e analistas da Embrapa e parceiros que integrarão cada Caravana.

Informações em hotsite

A Embrapa pretende modular digitalmente o conhecimento sistematizado para alimentar um hotsite e contribuir para construção de uma ampla plataforma digital de conhecimento sobre o tema, que poderá ser ofertado à multiplicadores de referência, tais como CNA, SENAR, EMATERs e cooperativas agroindustriais.

Fote: Mapa