HomeEconomiaAgricultura

O 5G está chegando: saiba o que muda na sua vida com a tecnologia

O 5G está chegando: saiba o que muda na sua vida com a tecnologia

Tecnologia é ferramenta de negócios de pecuaristas do MT, diz pesquisa
Leilão de 5G é adiado após pedido de vistas de conselheiro da Anatel
Governo Federal implanta mais uma antena 5G no campo

O 5G está prestes a chegar. Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concluiu nesta sexta-feira, 5/11, o leilão das frequências que serão usadas na quinta geração de internet móvel no País. As operadoras deram seus lances e as vencedores de cada faixa de radiofrequência ficarão responsáveis por uma contrapartida exigida pelo edital.

Arrematados pela Claro, Vivo, TIM, Algar, e Fly, os lotes da frequência 26 GHz, por exemplo, exigem que as empresas levem internet de qualidade às escolas públicas de ensino básico do País, como explica reportagem da CNN.

Os que arremataram a faixa de 3,5 GHz serão responsáveis por levar o 5G aos municípios, por construir infra-estrutura de fibra óptica nas localidades e arcar com os custos da migração dos sistemas de uma banda para outra. O Mato Grosso contará com os serviços da Brisanet Telecomunicações do Pereiro (CE), que arrematou o lote dessa frequência na região Centro-Oeste.

Mas o que significa a chegada dessa tecnologia na vida das pessoas?

O 5G é a quinta geração da telefonia móvel. Considerado um grande marco tecnológico, o padrão viabiliza inovações dignas de ficção científica: carros autodirigíveis, procedimentos médicos a distância, automação completa de linhas de produção, vigilância e monitoramento de todo o tráfego urbano, além de entretenimento em altíssima qualidade e conectividade semelhante à encontrada em países desenvolvidos.

Velocidade cem vezes mais rápida que a do 4G e curta latência, ou seja, um tempo de resposta ágil que evita delay nas chamadas de vídeo. Essas são as promessas desta nova tecnologia, além de uma maior capacidade de  processamento de dados na nuvem, ampla densidade de aparelhos ligados, uso eficiente de bateria de dispositivos, alta capacidade de uso simultâneo, entre outras.

Para o agronegócio, especialmente, o 5G promete ser revolucionário, uma vez que a tecnologia vai permitir a conexão entre equipamentos, além de baixo custo e baixa complexidade para o manejo dos equipamentos. Ou seja, vai otimizar atividades cotidianas do campo, aumentando a produtividade e gerando renda, tanto para o grande quanto para o pequeno produtor.

E o melhor, a nova tecnologia promete incluir todos aqueles que estavam foram da revolução digital, podendo alcançar 100% do território conectado.

“Estamos muito perto de eliminar a necessidade de infraestrutura para levar inclusão digital. Agora, vamos focar no uso do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações [Fust], que vai permitir cobertura para todo o agro, para resolver as questões que ainda limitam o acesso à internet pelas pessoas”, destacou  o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra.

Evidentemente que uma tecnologia deste porte precisa de uma infraestrtutura para poder funcionar, e é exatamente isso que as operadoras que venceram o leilão farão.

Como é uma nova tecnologia, o 5G vai exigir a compra de aparelhos preparados para receber o novo sinal de internet e a contratação de pacotes de dados. Já é possível encontrar nas lojas celulares e tablets com 5G. O preço é alto, mas com o tempo, deve cair.

Os dispositivos móveis vão continuar funcionando normalmente. De acordo com o professor e engenheiro de telecomunicações Andersonn Kohl, o 4G ainda poderá ser usado nos próximos anos.

O cronograma de implantação do 5G no Brasil prevê que todos os municípios do país sejam cobertos pela nova tecnologia até o ano de 2029.

Fonte: Estadão Conteúdo com Agência Brasil