HomeEconomiaEcologia

Policiais ambientais da PM fecham garimpo ilegal em Peixoto de Azevedo

Policiais ambientais da PM fecham garimpo ilegal em Peixoto de Azevedo

Decreto proíbe emprego do fogo em áreas rurais e florestais por 120 dias
Pequi e banana da terra ajudam a “tropicalizar” sobremesas das festas
Contratações do Plano Safra 2021/2022 chegam a R$ 131,4 bilhões em cinco meses

Policiais militares do 4º Curso de Policiamento Ambiental fecharam um garimpo ilegal, na quarta-feira, 8/12, no município de Peixoto de Azevedo. Um homem foi preso e oito armas de fogo, 151 munições e máquinas foram apreendidas.

Mato Grosso é o terceiro Estado do País em área minerada (25.495 ha), sendo Peixoto de Azevedo o quinto município brasileiro com maior extensão minerada (5.736 ha) quando a área de mineração industrial e garimpeira são somadas.

Mato Grosso fica atrás apenas do Pará (110.209 ha) e de Minas Gerais (33.432 ha). A maior parte da área minerada do Estado é ocupada pelo garimpo (22.987 ha), segundo dados do MapBiomas.

Durante a fiscalização no “Garimpo do Gavião”, os policiais encontraram várias pessoas trabalhando, máquinas e equipamentos em plena atividade. Na checagem, os policiais constataram algumas irregularidades na área do licenciamento, três escavadeiras mecânicas, cinco tratores de esteira e dois conjuntos de motor bomba.

Os policiais identificaram também três pessoas nas proximidades do alojamento, duas delas fugiram para uma região de mata. O terceiro suspeito foi contido pela PM. Os policiais apreenderam sete espingardas de diversos calibres, uma pistola Taurus G2C 9 milímitros com 03 carregadores, uma mira holográfica marca Rossi e 151 munições.

O suspeito foi preso e conduzido à delegacia por posse irregular de arma de fogo. Um auto de infração foi lavrado posteriormente após mais consultas nos sistemas da Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

Fonte: Governo de Mato Grosso