HomeEconomiaEcologia

Policiais ambientais da PM fecham garimpo ilegal em Peixoto de Azevedo

Policiais ambientais da PM fecham garimpo ilegal em Peixoto de Azevedo

Supermercados europeus boicotam carne brasileira e produtos associados à JBS
Contrato baseado em soja brasileira já está disponível
Veja como Mato Grosso pode contornar vulnerabilidades da carne, segundo o Imac

Policiais militares do 4º Curso de Policiamento Ambiental fecharam um garimpo ilegal, na quarta-feira, 8/12, no município de Peixoto de Azevedo. Um homem foi preso e oito armas de fogo, 151 munições e máquinas foram apreendidas.

Mato Grosso é o terceiro Estado do País em área minerada (25.495 ha), sendo Peixoto de Azevedo o quinto município brasileiro com maior extensão minerada (5.736 ha) quando a área de mineração industrial e garimpeira são somadas.

Mato Grosso fica atrás apenas do Pará (110.209 ha) e de Minas Gerais (33.432 ha). A maior parte da área minerada do Estado é ocupada pelo garimpo (22.987 ha), segundo dados do MapBiomas.

Durante a fiscalização no “Garimpo do Gavião”, os policiais encontraram várias pessoas trabalhando, máquinas e equipamentos em plena atividade. Na checagem, os policiais constataram algumas irregularidades na área do licenciamento, três escavadeiras mecânicas, cinco tratores de esteira e dois conjuntos de motor bomba.

Os policiais identificaram também três pessoas nas proximidades do alojamento, duas delas fugiram para uma região de mata. O terceiro suspeito foi contido pela PM. Os policiais apreenderam sete espingardas de diversos calibres, uma pistola Taurus G2C 9 milímitros com 03 carregadores, uma mira holográfica marca Rossi e 151 munições.

O suspeito foi preso e conduzido à delegacia por posse irregular de arma de fogo. Um auto de infração foi lavrado posteriormente após mais consultas nos sistemas da Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

Fonte: Governo de Mato Grosso