HomeEconomia

VBP da Agropecuária em MT em 2024 deve ser de R$ 148,6 bi

VBP da Agropecuária em MT em 2024 deve ser de R$ 148,6 biO preço da soja impactou no resultado. Foto: Wenderson Araújo/ CNA

O clima mudou e seguirá mudando, alerta agência meteorológica
Articulação faz governo de MT revogar taxa extra para pecuaristas
Governo Federal pode ‘derrubar’ leis de MT e MS sobre o Pantanal

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) apresentou projeção de que o Valor Bruto de Produção (VBP) da Agropecuária do Estado seja de R$ 148,6 bilhões em 2024, queda de 26,63% ante 2023, informou em relatório. Este declínio é resultado, principalmente, da queda expressiva nos preços das culturas agrícolas e da sua produção neste ano.

O recuo do VBP da soja é estimado em 34,11% para 2024 ante a mais recente estimativa do ano passado, de R$ 65,16 bilhões.

“Esse resultado é atribuído principalmente à redução expressiva no preço da soja, juntamente com a expectativa de uma menor produção no Estado, por causa das condições climáticas adversas que prejudicaram o desenvolvimento da safra”, explicou o Imea.

Há recuo de 22,38% no preço e de 15,11% na produção.

Em relação ao milho, a estimativa do VBP de 2024 é de queda de 39,31% ante 2023, para R$ 24,67 bilhões. A redução é resultado do recuo no preço do milho no Estado, de 26,37%. Segundo o Imea, a desvalorização do cereal puxou a rentabilidade da cultura para baixo, o que se refletiu em menor área semeada e, consequentemente, estimativa de queda na produção, de 17,58%.

A queda no VBP do algodão é estimada em 9,61% ante 2023, para R$ 23,89 bilhões. O cenário é reflexo da queda na cotação da pluma em Mato Grosso, estimada em 10,56%, resultado da expectativa de maior oferta do produto (alta de 4%).

O VBP da bovinocultura de corte em Mato Grosso foi estimado em R$ 22,89 bilhões para 2024, queda de 2,89% ante 2023. Essa diminuição foi puxada principalmente pelo recuo no preço da arroba do boi, de 3,5%. Segundo o Imea, isso é reflexo da atual fase do clico pecuário, no qual se tem maior disponibilidade de animais para o abate, exercendo pressão sobre a cotação.

A agricultura corresponde a 81,3% do VBP estimado para Mato Grosso em 2024, com 45,2% da participação da soja, 16,6% do milho e 16,08% do algodão. A pecuária é responsável por 18,7% do VBP, com participação de 15,4% da bovinocultura de corte.

Fonte: Estadão Conteúdo