HomeMundo

Inverno começa com período menos chuvoso em grande parte do país

Inverno começa com período menos chuvoso em grande parte do paísFormação de geada na estação pode acontecer no Centro-Oeste. Foto: Pixabay

Dias chuvosos no Centro-Oeste contribuem no controle do fogo
Com fim do vazio sanitário da soja, produtor precisa de cautela com chuva irregular
Com alertas de temporais, chuva retorna a alguns municípios de MT

O inverno no Hemisfério Sul começa nesta quarta-feira, 21/6, às 11h58, e termina no dia 23/9, às 3h50 (horário de Brasília). A estação é marcada por um período menos chuvoso nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e em parte do Norte e Nordeste do Brasil. Por outro lado, os maiores volumes de precipitação (chuva) se concentram no noroeste da Região Norte, leste do Nordeste e em parte do Sul do país.

A redução da chuva em grande parte do Brasil nesta época do ano é devido à persistência de massas de ar seco, o que provoca a diminuição da umidade relativa do ar e, consequentemente, favorece a ocorrência de queimadas e incêndios florestais, bem como o aumento de doenças respiratórias.

Além da menor incidência de radiação solar, a estação também se caracteriza pelas incursões de massas de ar frio vindas do sul do continente, provocando queda na temperatura do ar e valores médios inferiores a 22ºC na parte leste das regiões Sul e Sudeste do Brasil.

A diminuição da temperatura pode ocasionar fenômenos como a formação de geada nas regiões Sul e Sudeste e no Estado do Mato Grosso do Sul, queda de neve nas áreas serranas e planaltos da Região Sul e episódios de friagem em Mato Grosso, Rondônia, Acre e no sul do Amazonas.

Além disso, no inverno, em função das inversões térmicas no período da manhã, é comum a formação de nevoeiros ou névoa úmida no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com redução de visibilidade, especialmente, em estradas e aeroportos.

Acesse aqui o prognóstico climático da estação produzido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Fonte: Mapa