HomeAgricultura

Para Fávaro, União Europeia precisa respeitar soberania nacional

Para Fávaro, União Europeia precisa respeitar soberania nacionalMinistro destacou Código Florestal brasileiro. Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Governo anuncia habilitação de frigoríficos para a Indonésia
Fávaro anuncia medidas em apoio ao agronegócio em Mato Grosso
Desenvolvimento sustentável é discutido em evento da Abema

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, disse que o Brasil não irá aceitar imposições da União Europeia que eventualmente prejudiquem a soberania nacional no comércio de produtos do agro. As informações são do programa Hora H do Agro, da Jovem Pan.

“Acreditamos no acordo entre Mercosul e União Europeia, mas com bases equilibradas, com respeito à soberania de ambos os lados”, explicou Fávaro.

Ao pontuar sobre a nova lei da União Europeia, que impede a importação de produtos ligados ao desmatamento, o ministro reiterou que o país não abrirá mão de sua dependência quando o assunto é fiscalização de produtos do campo livres de desmate.

Nós temos um código florestal que está entre os mais modernos do mundo, e os produtores são adaptados a essa regra. Como a ministra Marina Silva (do Meio Ambiente) disse recentemente, 98% dos produtores estão dentro da lei, portanto não dá para a União Europeia definir uma nova regra que eles devem cumprir”, destacou.

Fávaro explicou que insistência da UE em estabelecer novas diretrizes para produtos ligados ao desmatamento, pode afetar a relação comercial.

“A Europa é um mercado importante para o Brasil, mas se ela insistir em avançar sobre os limites da nossa soberania, vamos ter que buscar outras alternativas. A ampliação das relações comerciais com Ásia, Oriente Médio e África são completamente viáveis para suprir qualquer demanda que possa ser prejudicada com a União Europeia”, finalizou.