HomeProdutividade

Apicultor ultrapassa produção de uma tonelada de mel, após capacitação

Apicultor ultrapassa produção de uma tonelada de mel, após capacitaçãoProdutores aprenderam mais sobre apicultura. Foto: Rafael Manzutti/Senar-MT

Seca pode gerar indenizações de R$ 5 bi no seguro rural e no Proagro
Ipea prevê cenário positivo para a produção agrícola em 2022
Tecnologia e manejo sustentável aumentam produtividade de bezerros em 20%

Em seis anos de experiência como apicultor, Antônio Agêncio Pereira havia conquistado uma produção de 500 kg de mel mensalmente. Porém, em pouco mais de um ano, essa quantidade dobrou e hoje alcança a marca de 1,2 tonelada. A mudança, segundo o apicultor, teve início em um curso do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e Sindicato Rural de Jaciara.

“Temos crescido muito com os cursos ofertados em apicultura. Desde 2015, eu só produzia 500 kg e, depois que eu fiz a capacitação, passei a uma tonelada. Eu creio que estou no caminho certo e agradeço por todo o ensinamento”, destacou o apicultor, que atualmente é o presidente da Associação de Apicultores do Vale do São Lourenço (Apivale), fomentada e criada após o treinamento.

Antônio percorreu mais de 70 km para participar do Dia de Campo de Apicultura da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), que foi realizado no município de Rondonópolis. Não foi o único que se deslocou de sua cidade para adquirir mais conhecimento. O evento também contou com a presença de apicultores de Pedra Preta e Guiratinga.

 “Participantes do curso de apicultura estão entusiasmados em conhecer mais sobre essa cadeia produtiva. É um universo muito rico. Já vamos pedir outro curso de apicultura e uma frente de ATeG ao nosso município”, afirmou a presidente do Sindicato Rural de Guiratinga, Juliana Mesquita Borges.

O evento de compartilhamento de experiências foi promovido pelo Senar-MT, por meio da ATeG. Foi um dos primeiros Dias de Campo dessa cadeia produtiva em Mato Grosso e reuniu 103 participantes, somando Rondonópolis e Alto Araguaia, as duas cidades que receberam eventos de apicultura.

Dentre os assuntos abordados, os produtores tiveram informações sobre beneficiamento da produção e técnicas de captura de enxame. Segundo Antônio Agêncio, foi uma oportunidade de aprender ainda mais sobre o ramo. “O dia de campo nos orienta mais do que já sabemos. Tivemos aulas de fundamental importância. O Senar-MT tem proporcionado um grande trabalho ao pequeno agricultor”, destacou.

Além de presidente da Apivale, Agêncio está entre os 150 apicultores atendidos pela ATeG do Senar-MT. Em Jaciara, os atendimentos se iniciaram em 2022 e já beneficiam um grupo de 30 apiários. Os interessados devem entrar em contato com um dos 93 Sindicatos Rurais e solicitar atendimento.

Fonte: Ascom-Senar