HomeEcologia

Cresce investimento em sistemas de geração de energia solar

Cresce investimento em sistemas de geração de energia solar

Energia Solar se torna a terceira fonte de energia em potência do Brasil
Brasil é 4º país que mais cresceu em energia solar em 2021
ABPA inicia programa de Incentivo à sustentabilidade no setor produtivo

É cada dia maior o número de consumidores que optam pela energia solar fotovoltaica como alternativa contra os aumentos na tarifa de energia elétrica e o risco de desabastecimento. Além da solução para a crise hídrica e de uma economia que pode chegar até 95% na conta de luz, a energia produzida pela captação do calor e da luz do sol protege o meio ambiente por ser uma fonte limpa e renovável.

“Cerca 75% das vendas estão no segmento residencial, em que o sistema fotovoltaico de R$ 25 mil é o mais vendido, com 12 a 14 placas”, afirma Rodolfo Meyer, presidente do Portal Solar, que reúne empresas do setor.

De acordo com a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o Brasil ocupa a 11ª posição mundial no ranking de investimento em energia solar. A entidade prevê que em 2021 o setor de energia fotovoltaica atraia R$ 22,6 bilhões em novos investimentos e gere mais de 147 mil postos de trabalho no país. A estimativa da entidade é de um acréscimo este ano de 5,09 GW em potência instalada de energia solar fotovoltaica no Brasil, o que representa um aumento de 68% em relação a 2020.

Para se ter uma ideia do avanço do setor, em 2019, o Brasil ocupava a 16ª colocação.

No campo, o emprego da tecnologia ainda é pontual, mas as experiências espalhadas pelo País, como aquelas que empregam dejetos de gado e geradores à base de gás metano, já demonstram economia na conta de luz do produtor, que é um dos gastos mais altos das propriedades. Além disso, a energia fotovoltaica deixa o produtor menos dependente dos riscos climáticos.

Incentivo

O setor ainda poderá ganhar incentivo do financiamento imobiliário, com a inclusão no Sistema Financeiro da Habitação de valores correspondentes a equipamentos de geração fotovoltaica até o limite de 10% do valor do imóvel adquirido, de acordo com o projeto de lei 2.015/21, apresentado no Senado em 1º de junho.

Suportes

Os painéis solares têm uma vida útil de até 25 anos, segundo Carlos Peres, gerente comercial da Garen, empresa localizada em Garça (SP), que produz componentes de alumínio para montagem das placas. A estrutura de fixação é a base do sistema. Uma boa base garante eficiência, segurança e retorno do investimento. Os suportes são concebidos para atender às diversas necessidades das instalações fotovoltaicas.

“Para cada tipo de telhado, é necessária uma estrutura de suportes, de acordo com o material e o formato das telhas, além das características do imóvel, seja residencial ou empresarial”, afirma Carlos Peres. E completa: “A Garen está entre as empresas que mais investe na estrutura das placas. É preciso investimentos e tecnologia em busca de oferecer sempre o que há de mais moderno nesse setor, que está em constante crescimento ”

Website: https://www.garen.com.br/

Fonte: Estadão Conteúdo/Dino

LEIA MAIS

Nove passos para instalar sistema de geração de energia solar em sua propriedade

MT ocupa o quarto lugar como produtor nacional de energia solar

Cuiabá é o 1º município do Brasil a atingir 100 MW em energia solar