HomeEcologia

Lideranças querem criar “agenda da Amazônia” para próximo governo

Lideranças querem criar “agenda da Amazônia” para próximo governo

Desmatamento na Amazônia cresceu 56,6% entre 2018 e 2021
Embaixador da Alemanha condiciona liberação do Fundo Amazônia à redução do desmatamento
Mato Grosso reduziu alertas de desmatamento em 30,6% nos últimos três meses

Mais de 500 lideranças do setor público e privado, economistas, ambientalistas e pesquisadores, reunidas na rede apartidária “Uma Concertação pela Amazônia”,  pretende construir uma agenda ambiental para os primeiros cem dias do governo eleito. O objetivo é reverter o desmatamento, como informa o Valor.

A rede quer também conseguir ao menos 40 parlamentares no Congresso, para fazer frente à bancada ruralista,  e dez governadores que defendam propostas de desenvolvimento sustentável para a região.

O foco é para conscientizar os eleitores e a sociedade em geral e conseguir colocar mais de 1 milhão de pessoas nas ruas do país no dia da Amazônia, em setembro.

“A ideia é conseguir, na constituição do Parlamento, representantes que tenham a Amazônia como visão de país e não apenas que a olhem como o seu território político.  A ideia é termos no Congresso parlamentares com repertório e qualidade para discutir os temas da Amazônia”, ”, disse ao Valor Roberto Waack, membro fundador da concertação e presidente do conselho do Instituto Arapyaú.