HomeEconomiaAgricultura

Seca pode gerar indenizações de R$ 5 bi no seguro rural e no Proagro

Seca pode gerar indenizações de R$ 5 bi no seguro rural e no Proagro

Caravana Embrapa FertBrasil começa a percorrer o País no dia 10
O que a guerra na Ucrânia tem a ver com os preços do nosso dia a dia
Exportação de carne diminui 9,5%, mas preço cresce 12,9% no mercado internacional

A conta da estiagem que afetou  lavouras de milho e de soja em algumas regiões do Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e São Paulo chegou. Um levantamento da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mostra a dimensão dos comunicados de perdas e avisos de sinistros pelos produtores afetados pela seca. O valor segurado em análise passa de R$ 5 bilhões em indenizações aos agricultores que protegeram suas lavouras com esses instrumentos mitigadores de riscos climáticos.

No total, 42.541 apólices de seguro rural foram acionadas e 38.906 comunicados de perdas (COPs) realizados no Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) na atual safra de verão até o dia 20 de janeiro, totalizando mais de 81 mil acionamentos pelos produtores. Os dados são das Companhias Seguradoras habilitadas no Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) do Mapa e do Banco Central do Brasil, autarquia responsável pelo Proagro.

Outras atividades agropecuárias também têm sido afetadas pelo déficit hídrico e pelos efeitos dos dias secos com altas temperaturas, como o feijão, arroz, cana, frutas, verduras, pecuária(leite), apicultura, dentre outras.

A seca ainda não cessou seus efeitos e as lavouras estão em período de colheita, o que deve alterar esses números no próximo levantamento ao final de fevereiro. Dentre as culturas mais afetadas, a soja tem quase 37 mil acionamentos (32% das apólices sinistradas) e 22,2% da área contratada com seguro afetada, que equivale a 1,7 milhão de hectares que serão vistoriadas pelas seguradoras.

Dentre os estados mais afetados e que mais contratam seguro, o Paraná tem 30.916 acionamentos, o Rio Grande do Sul 4.375 e o Mato Grosso do Sul 3.160. No total, está em análise nas seguradoras um Valor Segurado da ordem de R$ 2,7 bilhões em indenizações.

Fonte: Mapa