HomeAgricultura

Chuvas afetaram qualidade da pluma, mas não colheita do algodão

Chuvas afetaram qualidade da pluma, mas não colheita do algodãoColheita já atingiu mais de 74 da área estimada para a temporada em MT. Foto: CNA

Artigo: Mudanças climáticas podem inviabilizar 2ª safra de milho e algodão em Mato Grosso
Algodão sustentável faz de Mato Grosso referência mundial
Plantio da safra 2021/22 de algodão atinge 0,20% da área estimada, diz Abrapa

Mesmo com registros de chuvas, a colheita da safra 21/22 do algodão seguiu em ritmo acelerado em Mato Grosso.

De acordo com relatório semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), as chuvas observadas na última semana no Estado afetaram a qualidade da pluma em algumas lavouras, danificando a coloração e o brilho. Contudo, o clima chuvoso não impactou o andamento dos trabalhos no campo.

Na última sexta-feira, 12/8,  a colheita no Mato Grosso atingiu, na 74,26% da área total estimada para a temporada, avanço semanal de 16,01 pontos percentuais. Assim, os trabalhos a campo neste ciclo estão 21,78 pontos percentuais à frente do registrado no mesmo período da safra 20/21 e em linha com o observado na safra 19/20, uma vez que essa temporada também foi marcada por uma antecipação da semeadura.

Em relação às regiões, a nordeste e médio-norte estão com o maior percentual de áreas colhidas, com 88,89% e 76,48%, respectivamente. Por fim, segundo o TempoCampo, há perspectivas de chuva para o dia 19/8 no estado, o que deve ser um ponto de atenção para o cotonicultor mato-grossense.

Fonte: Imea