HomeProdutividade

Mato Grosso tem queda de 1,09% em processamento da soja em julho

Mato Grosso tem queda de 1,09% em processamento da soja em julho

Aliança Agroeconômica divulga análise trimestral do Plano Safra 21/22
Agronegócio de Mato Grosso sente reflexos da guerra no Leste Europeu
Seca reduz oferta do milho em Mato Grosso em 3,43%, diz Imea

Com base nos dados divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea) na segunda-feira, 16/8, houve uma queda de 1,09% no volume de soja esmagada quando comparado com o do mês anterior, com 980,88 mil toneladas em julho.

Os principais fatores que refletem esse cenário de recuo na industrialização da soja são: a necessidade das esmagadoras em realizar manutenções pontuais durante o mês e a queda de 39,06% da margem bruta de esmagamento durante jul.21, uma vez que o preço do grão apresentou valorização no período e os subprodutos no Estado não acompanharam o mesmo ritmo.

Apesar desse panorama, o volume processado de soja no mês de julho é o maior registrado na série histórica do Imea para o período. Com relação à margem bruta de esmagamento, o mês de agosto já começou com uma alta de 83% em relação à última semana de julho, ficando estimada em R$ 541,50.

Oferta e demanda

O USDA divulgou na última quinta-feira, 12/8, os dados referentes à oferta e demanda de soja. Para a safra 20/21, a produção mundial de soja foi ajustada em -0,09%, estimada em 363,26 milhões de toneladas. No lado da demanda, as importações e exportações mundiais foram reduzidas em 0,65% e 0,34%, respectivamente, pressionadas por uma redução de 1,02% nas importações da China e queda nos volumes exportados pelo Brasil (-0,60%) e pelos Estados Unidos (-0,44%).

Além disso, a temporada 20/21 deve ter estoques 1,45% superior à estimativa de julho/21. Para a safra 21/22, a produção mundial do grão pode ser reduzida em 0,41%, influenciada principalmente por uma queda de 1,50% na produção dos EUA. Na parte da demanda, a redução deve ser de 0,57%, fundamentada em exportações e esmagamento 0,96% e 0,90% menores nos EUA, respectivamente, e um processamento 2,00% menor na China.

Elevação

Com uma menor oferta do grão no mercado interno, o indicador Imea para o preço da soja apresentou alta de 3,33% em comparação à semana passada.

Impulsionada pela divulgação do relatório de oferta e demanda do USDA, a cotação disponível para a soja na Bolsa de Chicago apresentou elevação de 1,04%.

O prêmio no porto de Santos-SP apresentou redução de 5,92% em relação à semana passada, cotado na média semanal a US$ 1,56/bu.

Fonte: Imea