HomeProdutividadePecuária

Pioneiro, programa beneficia 360 propriedades em Mato Grosso

Pioneiro, programa beneficia 360 propriedades em Mato GrossoProdução Sustentável de Bezerros promete expansão em 2023. Foto: Acrimat

Dia da Pecuária é celebrado com bônus e ônus em Mato Grosso
Acrimat divulga orientações sobre comercialização de gado
Você sabia que evitar atraso na estação de monta é vital para a produtividade?

Com a implementação de assistência técnica pecuária e ambiental, o Programa de Produção Sustentável de Bezerros busca melhorar os resultados do segmento de cria nos aspectos econômicos, ambientais e sociais. A iniciativa da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) atua nos municípios de Gaúcha do Norte, Paranatinga,  Ribeirão Cascalheira e Poxoréu, que compõem a região do Vale do Araguaia, além de Cáceres, na região do Pantanal. Ao todo, 360 propriedades foram atendidas.

Em dezembro de 2022, o programa passou por uma avaliação, considerando tudo o que foi executado desde 2019, ano de sua implementação, e os resultados são positivos, segundo o coordenador, Amado de Oliveira.

“Nós conseguimos implementar assistência técnica e ambiental, dentre outras atividades, em 360 propriedades, majoritariamente de pequeno e médio portes. Nessas propriedades nós implementamos 906 ações de assistência técnica produtiva com consultores de elevada experiência e capacidade técnica, levando informações para o produtor intensificar a produção de bezerros, com sustentabilidade”, explica.

Na área ambiental foram 406 assistências técnicas, além das análises de solo, como um primeiro passo para a formação, reforma ou recuperação das pastagens, uma vez que o procedimento permite identificar a melhor forma de corrigir as deficiências nutricionais encontradas em cada tipo de solo.

“Fizemos 700 análises de solo nas propriedades onde atuamos, no Araguaia e no Pantanal. Além disso, também criamos 73 grupos operacionais, que são reuniões nas quais a gente busca levar informações técnicas científicas para o produtor”, afirma o coordenador.

Oliveira avalia que o programa pioneiro contribuiu durante um período desafiador, inclusive, para aumentar a qualidade da carne bovina produzida em Mato Grosso. Ele comemora a volta das atividades no próximo mês.

“Nós retornaremos com esse programa buscando ampliar para novos municípios”, conclui. Além da implementação da Acrimat, financiam a iniciativa:  Fundação Carrefour, IDH (Iniciativa para o Comércio Sustentável) e Cargil-Nutron.

Fonte: Acrimat