HomeEcologiaMundo

Juiz de Sinop aciona Macron sobre “danos” causados por usina

Juiz de Sinop aciona Macron sobre “danos” causados por usinaHidrelétrica estaria sendo negligente na prevenção de incêndios. Foto: Sinop Energia

Microsoft vai investir 1 US$ bilhão em soluções verdes
Presidente da Natura alerta sobre isolamento de empresas sem agenda carbono zero
Mato Grosso aguarda assinatura de acordo de 15 milhões de euros com Alemanha, anuncia secretária

O juiz Mirko Vincenzo Giannotte, da Sexta Vara Cível da comarca de Sinop, no Mato Grosso, mandou expedir uma carta rogatória ao presidente francês, Emmanuel Macron, para que ele se manifeste sobre danos ambientais de uma companhia francesa que controla uma usina hidrelétrica na cidade.

O pedido é porque o governo francês detém, por meio da empresa Électricité de France (EDF), 51% das ações da Companhia Energética Sinop na Usina Hidrelétrica (Sinop Energia). As informações são da France Presse.

De acordo com a denúncia, a empresa estaria sendo negligente na prevenção dos incêndios.

Citado, no ano passado, como um possível candidato do presidente Jair Bolsonaro a ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), Giannotte qualifica, na carta, o presidente francês como um “defensor do meio ambiente” que “tanto palpita” nas questões ambientais do Brasil, “tecendo inúmeras críticas sobre a proteção do meio ambiente” no país.

A Sinop Energia informou que segue “rigorosamente a legislação brasileira e cumpriu todas as exigências do licenciamento ambiental” definidas pelas autoridades.