HomeEconomia

Acordo entre Brasil e China libera transações sem o uso do dólar

Acordo entre Brasil e China libera transações sem o uso do dólarIniciativa visa reduzir os custos de transação entre os dois países. Foto: Pexels

Tensão entre Rússia e Ucrânia pode afetar importação e exportação brasileiras
Cúpula em Paris discute quem paga a conta das mudanças climáticas
Brasil fecha acordo com UE sobre cotas agrícolas, após saída do Reino Unido

Um acordo firmado entre os bancos centrais do Brasil e China vai permitir que exportadores não precisem usar dólar para fazer suas transações comerciais com aquele país. As informações são Jamil Chade, em sua coluna no UOL.

Pelo acordo, os bancos brasileiros também vão poder usar o sistema de pagamentos chinês sem passar pelo dólar. De acordo com o Ministério da Fazenda, que fez o anúncio nesta quarta-feira, 29/3, durante um seminário em Pequim,  a iniciativa visa “reduzir os custos de transação” entre os dois países.

O exportador que desejar continuar usando dólares nas negociações com a China pode fazê-lo. Aqueles que optarem por realizar a venda entre reais e renminbi (moeda chinesa), uma espécie de caixa será estabelecida no Brasil para garantir a conversão e a liquidez entre as duas moedas, segundo a reportagem.

A “clearing house” (câmara de compensação deve ser estabelecida em um banco chinês no Brasil, que passou a ser designado pelo BC de Pequim. A China conta com o mesmo sistema em diversos países do mundo, entre eles Chile e Argentina.

Segundo o Ministério da Fazenda, a iniciativa já tinha sido fechada entre os dois bancos centrais no final de janeiro. Mas só agora está sendo anunciada. Outro acordo permitirá ainda que bancos brasileiros possam participar do sistema de pagamentos no mercado financeiro chinês. A China é o maior destino das exportações nacionais, com um peso determinante para o superávit comercial do Brasil.