HomeMundo

SRB repudia proposta da União Europeia de barrar importação de áreas desmatadas

SRB repudia proposta da União Europeia de barrar importação de áreas desmatadas

Operação Amazônia apreende máquinas e aplica R$ 5,1 milhões em multas
BID cancela empréstimo a Marfrig por associação a desmatamento
COP26: Desmatamento zero é chave para Brasil atingir metas, dizem especialistas

A Sociedade Rural Brasileira (SRB) divulgou nesta tarde de quinta-feira, 18/11, uma manifestação de repúdio à  proposta anunciada pela União Europeia de restringir importações de commodities agrícolas por questões ambientais.

A SRB afirma que mantém apoio ao ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, “que prometeu questionar a proposta da UE sob o argumento de desrespeito a soberania nacional dos países e por estar desalinhada ao Acordo de Paris”.

A SRB reafirma que o Brasil possui uma das legislações ambientais mais rigorosas do mundo, o Código Florestal, que precisa ser respeitado.

“Nenhum país até hoje estabeleceu 80% de preservação da floresta em propriedades privadas, assim como estabelece nosso código para o bioma Amazônia”, destacou a presidente da SRB, Tereza Vendramini.

A proposta da UE de “enquadrar o Brasil como de alto risco para desmatamento desconsidera a classificação das práticas legais, feitas de acordo com a lei, daquelas que são ilegais”.

A SRB reforça que dará “total apoio aos nossos representantes para que a autonomia do nosso país seja preservada, esclarecendo a comunidade internacional o comprometimento da agropecuária brasileira com a preservação do meio ambiente”.

LEIA TAMBÉM:
UE adota regras para impedir consumo e compra de áreas desmatadas
Após China, EUA podem barrar carne bovina do Brasil, diz jornal