HomeAgriculturaProdutividade

Produção de semente de soja cresce 449% em 10 anos em MT, diz estudo

Produção de semente de soja cresce 449% em 10 anos em MT, diz estudoPureza e a germinação da semente determinam qualidade da soja. Foto: Abrasem

Minerais da ‘economia verde’ estão sob pressão de escassez e alta
Com guerra, preço do potássio triplica
MT segue como principal polo brasileiro de produção agropecuária

A produção de sementes de soja aumentou 449% em 10 anos em Mato Grosso. De acordo com a Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem), em 2020, o Estado produziu 1 milhão de toneladas em 2020 contra 182 mil toneladas registradas em 2010.

A biotecnologia, a genética e a qualidade da semente foram fatores que influenciaram esse aumento, de acordo com especialistas ouvidos pelo G1 MT, uma vez que o melhoramento genético ajuda no controle de pragas e doenças e contribui para os acréscimos de produtividade.

Segundo Daniele Brantester, responsável técnica do laboratório da Associação dos Produtores de Sementes (Aprosmat), a qualidade física e fisiológica da semente é identificada por meio de estudos.

“A gente desenvolve os testes exigidos pelo Ministério da Agricultura, que no caso da soja é a pureza e a germinação. Fazemos um diagnóstico desse lote de sementes dando subsídios para o produtor tomar as devidas decisões. Com o teste de tetrazólio a gente consegue ver se existe dano por percevejo, por umidade e se o processo de beneficiamento foi procedido de maneira correta”, contou ao G1.