HomeEcologia

Brasileiro aceita visão científica sobre mudanças climáticas, diz pesquisa

Brasileiro aceita visão científica sobre mudanças climáticas, diz pesquisaA seca é uma das consequências das mudanças climáticas. Foto: Agência Brasil.

Como gerar e comercializar crédito de carbono, segundo estudo da FGV
Estudo confirma potencial de redução de emissões na pecuária
Agropecuária turbina importação de bens de capital e insumos em outubro, diz FGV

A maior parte dos brasileiros acredita que as mudanças climáticas no mundo são reais. É o que aponta a pesquisa “A cabeça do brasileiro sobre mudança do clima”, lançada na segunda-feira, 11/4, em evento on-line transmitido pelo canal da TV Cultura.

Conduzido por Matias Spektor, Guilherme Fasolin e Juliana Camargo, da Escola de Relações Internacionais da Fundação Getulio Vargas (FGV), o estudo indica que o Brasil, diferente de muitos outros países, ocupa um lugar de destaque por não precisar lidar com o “ceticismo climático” de sua população. “Quando os cientistas comunicam, as pessoas respeitam e acreditam. No entanto, elas têm pouca informação”, diz Spektor, em entrevista exclusiva ao Valor Econômico.

“É um resultado duplo. O brasileiro acredita na ciência, o que é uma ótima notícia. Só que, ao mesmo tempo, ele tem pouco conhecimento objetivo, o que é natural, se pensarmos que o nosso sistema educacional é deficiente em todos os temas, mas particularmente no ambiental.”, diz Spektor ao Valor.

Os resultados foram obtidos por meio de pesquisas on-line realizadas nos últimos meses, — cada uma com cerca de dois mil entrevistados. O evento de lançamento (“A Nova Agenda Ambiental, econômica e Social para o Brasil”) contou com mesas de debate sobre temas como: crédito de carbono, economia circular e ESG.

LEIA MAIS: 

Artigo: Mudanças climáticas podem inviabilizar 2ª safra de milho e algodão em Mato Grosso

Mudanças climáticas podem custar bilhões de dólares ao transporte marítimo

Mudanças climáticas são ameaça grave ao nosso bem-estar, diz IPCC