HomeEcologia

MT tem duas entre as 10 terras indígenas mais ameaçadas por desmatamento

MT tem duas entre as 10 terras indígenas mais ameaçadas por desmatamentoTerritórios indígenas correm risco se áreas não forem protegidas. Foto: Secom-MT

Podcast ‘Tempo Quente’ discute quem ganha com a crise climática
Governo assina decreto que eleva multas ambientais
Sema-MT diz ter arrecadado R$ 2,5 bi em multas ambientais de 22 mil processos

O Instituto do Homem e Meio Ambiente (Imazon) revelou na terça-feira, 24/05, que duas terras indígenas em Mato Grosso estão entre as dez mais ameaçadas pelo risco de desmatamento no primeiro semestre deste ano na Amazônia Legal.

Nessas terras vivem um total de 887 indígenas das tribos Batelão e Enawenê-Nawê do povo Kaiabi, em uma área de mais de 850 mil hectares, segundo o estudo Ameaça e Pressão de Desmatamento em áreas Protegidas, feito com base em dados de alerta.

Reportagem do G1 MT, citando o relatório, afirma que a terra indígena Batelão, que fica entre os municípios de Juara e Tabaporã, ocupa a sétima colocação no ranking e registrou seis áreas de ameaça. Em nono lugar está a terra indígena Enawenê-Nawê, localizada entre os municípios de Juína e Sapezal. A área registrou também seis pontos de ameaça identificados.

“De acordo com o Imazon, a ameaça é a medida do risco iminente de ocorrer desmatamento no interior de uma área de preservação e que se essas terras com desmatamento ao redor não forem protegidas, a devastação pode avançar sob os territórios”, diz a reportagem.

LEIA MAIS:

Desmatamento na Amazônia cresceu 56,6% entre 2018 e 2021

Desmatamento da Amazônia cresce 54% e MT lidera derrubada

Quase 100% das multas do Ibama na Amazônia estão paradas desde 2019