HomeEconomia

Saiba o que funcionará durante Carnaval em Mato Grosso

Saiba o que funcionará durante Carnaval em Mato Grosso

Guerra faz crescer custo de produção agrícola, diz CNA
JBS lucra R$ 7,6 bilhões no terceiro trimestre
Dispara uso de seguro rural com extremos climáticos

O Estado de Mato Grosso anunciou no final de dezembro que o Carnaval seria ponto facultativo, ficando assim a cargo de cada município optar pela adesão ou não ao feriado nos dias 28 de fevereiro, 1 de março e 2 de março (pela manhã).

A medida tem como objetivo a diminuição no número de casos confirmados do coronavírus, que apesar de alto, segue em queda no Estado — segundo dados da JHU CSSE COVID-19 Data —, além de outras síndromes gripais.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde da quarta-feira, 23/2, 700.775 casos confirmados da doença em Mato Grosso. A taxa de ocupação está em 54,64% para UTIs adulto e em 20% para enfermaria adulta. O Estado tem um total de 14.692 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Em 24 horas, o Brasil registrou 956 mortes pela covid-19, na quarta-feira, totalizando 646.490 óbitos desde o início da pandemia.

Em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou durante live semanal, na última terça-feira, 22/02, que o decreto assinado no final de dezembro, que determina feriado como ponto facultativo, continua vigente no município. Pinheiro disse que a decisão tem como base não prejudicar atividades de comerciantes e religiosos durante os três dias. A prefeitura, segundo matéria da Folha de S. Paulo, optou por vetar blocos de rua e eventos particulares.

“No ano passado baixei um decreto determinando que no período de carnaval seria dia útil, mas este ano para não prejudicar essas milhares de pessoas que já se comprometeram, principalmente os religiosos e cristãos, vou cumprir o meu Decreto nº 8.888. Nos dias 28, 1º  e quarta-feira de cinzas até às 13h ponto facultativo em Cuiabá”, declarou o prefeito.

Outros municípios também optaram por manter o feriado como opcional. Em Sinop, a decisão só não se aplica aos serviços e atividades considerados essenciais, que seguirão abertos. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município destacou ainda a importância da abertura do comércio nesses dias, em comunicado à imprensa.

“Os lojistas poderão funcionar normalmente. São dois anos difíceis que atravessamos devido à pandemia, e estar de portas abertas é necessário para vendas”, diz a gerente executiva da CDL Sinop, Vanusa Ires.

Já em Lucas do Rio Verde, que também decretou o feriado facultativo, a prefeitura informou no final de janeiro que a festa popular do Carnaval não seria realizada. “Optamos, desta forma, por prevenir agora para poder festejar no futuro, e os recursos que poderiam vir a ser investidos na comemoração serão aplicados em áreas prioritárias, analisando as necessidades mais urgentes”, diz o comunicado oficial do município.

Na tarde de quarta-feira, 23/02, a prefeitura sorrisense divulgou que estará fechada, assim como demais repartições ligadas a ela, de segunda à quarta-feira. As unidades escolares, Cras e PSFs também seguirão a determinação, com retorno do expediente ao normal na quinta-feira.

“Os serviços considerados essenciais, como atendimento médico de urgência e emergência, seguem com expediente inalterado: Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sara Akemi Ichicava, Hospital Municipal de Campanha (HMC) e Farmácia Cidadã Central continuam atendendo nas 24 horas do dia. No PSF Novos Campos, a Upinha da Zona Leste, será disponibilizado atendimento noturno de sábado (26 de fevereiro) até quarta (2 de março), das 18h às 6h. As coletas de lixo, de resíduos sólidos e também de recicláveis continuarão sendo feitas normalmente neste período”, informa a Prefeitura de Sorriso.

Em reunião do Comitê de Gestão de Crise de Rondonópolis, no dia 31 de janeiro, foi determinado que o município não terá nenhum tipo de evento carnavalesco, tanto em locais abertos ou fechados. “Só poderão ser realizados os que já tiverem com alvará pago. No caso de jogos de futebol, esses poderão ser realizados, porém com limite da 50% da capacidade de torcedores no estádio, cobrança do comprovante de vacinação na entrada do local e proibida a venda de bebidas alcoólicas”, diz o comunicado da prefeitura. Em canal de comunicação exclusivo do governo municipal, foi informado à nossa equipe de redação que, por enquanto, segue sem alterações o decreto feito pelo Comitê em janeiro.

Em conversa com o Gigante 163, a assessoria da Prefeitura de Nova Mutum afirmou que não haverá feriado nem ponto facultativo no município.