HomeAgriculturaProdutividade

Fique atento: Zoneamento Agrícola de Risco Climático lança cronograma

Fique atento: Zoneamento Agrícola de Risco Climático lança cronograma

Você sabe o que é regeneração natural assistida?
Conheça quatro benefícios do cultivo de arroz de sequeiro
Bacillus pode ser ferramenta para controle de pragas do algodão, diz Embrapa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) definiram o cronograma de realização de estudos e publicações das portarias de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para o ano de 2022.

Responsável pela elaboração dos estudos de Zarc, a Embrapa irá executar o processamento e modelagem dos parâmetros de culturas, além de conduzir uma etapa fundamental no processo de avaliação dos riscos agroclimáticos de cada cultura: as reuniões de validação, que terão os cronogramas divulgados no site do Mapa.

O Mapa dispõe do sistema de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (SISZarc), ferramenta que recebe e compila as cultivares recomendadas ao plantio em cada região do país. Os obtentores/mantenedores devem ficar atentos às datas limites para indicação de suas respectivas cultivares para a safra 2022/2023

As portarias de Zarc são publicadas com no mínimo 3 meses para o início do plantio e são elaboradas pela Secretaria de Política Agrícola. O resultado é Publicado no Diário Oficial da União e também podem ser consultados no painel de indicação de riscos: https://indicadores.agricultura.gov.br/zarc/index.htm

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só permitem o acesso ao crédito rural para cultivos em áreas zoneadas e para o plantio de cultivares indicadas nas portarias de zoneamento.

Aplicativo Zarc Plantio Certo

Produtores rurais e outros agentes do agronegócio podem acessar através de tablets e smartphones, de forma mais prática, as informações oficiais do Zarc, facilitando a orientação quanto aos programas de política agrícola do governo federal. O aplicativo móvel Zarc Plantio Certo, desenvolvido pela Embrapa Agricultura Digital (Campinas/SP), está disponível nas lojas de aplicativos: iOS Android.

Novo estudo para soja

O Zarc da soja será reavaliado neste ano visando incorporar as novas indicações do calendário de semeadura e do vazio sanitário. Como principal inovação metodológica serão avaliados os riscos de semeadura conforme o nível de manejo das lavouras.

O novo estudo deve levar em consideração: as práticas de manejo do solo; a cobertura do solo; o teor de matéria orgânica; as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo e o sistema radicular. A melhoria dessas práticas e condições do solo tem grande importância para o aumento do reservatório de água disponível para a cultura, consequentemente melhora a condição de resistência da planta a eventos adversos.

As demandas e sugestões do setor produtivo podem ser enviadas para o e-mail zoneamento@agro.gov.br

Fonte: Mapa

LEIA MAIS:

Produtores de algodão têm até dia 15 para cadastrar propriedade no Indea

Grupo estuda anomalia de vagens na safra de soja 2021/22 em MT

Especialistas analisam infestação de cigarrinha do milho em MT

Mapa registra fungicida inédito para controle da ferrugem asiática da soja

Descumprimento do calendário de semeadura de soja pode acarretar multa

Agricultura amplia períodos de vazio sanitário da soja para 2022