HomeEcologia

MS e Consulado dos EUA se unem para proteção do Pantanal

MS e Consulado dos EUA se unem para proteção do PantanalIniciativa faz parte de ações adotas pelo governo para evitar tragedia. Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

Captura de CO2 pode resolver problema causado por ‘arroto’ do gado
Clima traz prejuízos ao produtor rural
Empresa desenvolve suplemento para reduzir emissões de metano na pecuária

Os efeitos dos incêndios florestais no Pantanal e a resiliência da população afetada estarão no centro do debate em seminário realizado pelo Governo de Mato Grosso do Sul em parceria com o Consulado Geral dos Estados Unidos. Frente a uma seca histórica, o Estado se prepara para prevenir e mitigar os efeitos das queimadas.

O 2° Seminário presencial Brasil & Estados Unidos: resiliência da população frente aos incêndios florestais, acontecerá no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), no dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, das 8h às 18h.

Além de palestrantes sul-mato-grossenses, está confirmada a presença da palestrante Brenda Bowen, especialista em Recursos e oficial de informação pública, da equipe de manejo de florestas, pastagens e ecologia vegetal do Serviço Florestal dos Estados Unidos (United States Forest Service).

De acordo com o Governo do Estado, nos últimos 24 anos, Brenda participou de inúmeras ocorrências ligadas a incêndios florestais e a outros incidentes arriscados, incluindo a ajuda internacional prestada à Nova Zelândia, por ocasião da passagem do ciclone Gabrielle, em 2023.

Sua equipe de gerenciamento de incidentes tem estado à frente de muitas iniciativas nos Estados Unidos, como o gerenciamento de incidentes complexos e os processos de avaliação de risco estratégico.

Programação

Vale destacar que o evento tem foco nas metas da ONU (Organização das Nações Unidas), com o objetivo acelerar o progresso na restauração de terras degradadas, combater a desertificação e desenvolver a resiliência das comunidades e das pessoas.

Entre os painéis previstos, está o “Estratégias adotadas de comunicação do Serviço Florestal dos Estados Unidos (USFS)”, voltado à população em geral e às comunidades diretamente afetadas pelos incêndios florestais, com apresentação de cases de sucesso nos Estados Unidos da América e no Brasil.

A programação inclui ainda o painel “Coordenação e interação multiagências em incidentes de grande porte por incêndios florestais na fase da resposta”, que apresentará considerações sobre o emprego do Sistema de Comando de Incidentes (SCI) nos Estados Unidos.

LEIA MAIS:

Como MT e MS estão preparando para enfentar o fogo no Pantanal

Pantanal: seca e La Niña podem trazer tragédia pior que a de 2020

Chuva no Sul e seca no Pantanal mostram 2 lados de crise climática

Acusado por maior crime contra Pantanal recebeu R$ 10 mi do BB

Pantanal contaminado por agrotóxico e ameaçado por seca

Sincronia entre Cerrado, Amazônia e Pantanal está sob ameaça da seca

Outono intensifica seca e Pantanal pode sofrer com incêndios